Descubra o valor de Ticket Médio Ideal na sua Oficina Automotiva!

Inversora ou transformador de solda: fique por dentro das diferenças
Reparação Automotiva

Inversora ou transformador de solda: fique por dentro das diferenças

Graças à tecnologia, constantemente surgem novidades no mercado de solda para melhorar os equipamentos e, claro, facilitar o trabalho dos profissionais. Com formatos e funcionalidades cada vez mais inovadores, a dúvida que surge é: afinal, qual o melhor equipamento, inversora ou transformador de solda?

Receba meus artigos sobre o setor de reparação automotiva em primeira mão!

Basicamente, a inversora de solda tem a mesma função do transformador, ou seja, serve para soldagens de estruturas, montagens e também é muito utilizada em serralherias. No entanto, por ser mais moderna, dispõe de algumas características distintas. Quer saber quais são elas? Então continue a leitura para entender as diferenças entre os dois equipamentos e em quais situações cada um é mais indicado.

Quais as diferenças entre a inversora e o transformador de solda?

Conforme explicamos, há algumas diferenças entre a inversora e o transformador de solda. Confira os pontos principais a seguir:

Tecnologia

A inversora dispõe de circuitos eletrônicos que garantem mais conforto e eficiência na mudança de corrente e tensão. Além disso, permite que o profissional trabalhe com um número maior de eletrodos.

Ela também é mais moderna e eficiente que os transformadores, sendo capaz de soldar qualquer tipo de eletrodo. Outra vantagem é que, por meio dos displays digitais, é possível fazer uma regulagem mais precisa da potência.

Tamanho e peso

Comparada ao transformador de solda, a inversora costuma ser 3 vezes mais leve e compacta, o que facilita seu manuseio. O transporte também é mais descomplicado com a utilização de uma alça de ombro.

Ciclo de trabalho

O ciclo de trabalho, isto é, o tempo em que a máquina está soldando, tem um melhor desempenho com a inversora, já que o equipamento mantém o valor de corrente por um período maior.

Consumo de energia

As inversoras têm uma tecnologia muito mais moderna e, por consequência, são fabricadas para consumir menos energia do que os transformadores de solda.

Qual equipamento escolher?

Apesar de ambos os equipamentos atenderem às mesmas necessidades, é importante considerar alguns pontos na hora de escolher entre um e outro. O transformador, por exemplo, é mais robusto e, portanto, praticamente não sofre com defeitos. Além disso, são mais baratos. No entanto, como dito, por causa do seu peso, são menos flexíveis nas aplicações e têm um gasto maior de energia.

Já a inversora é mais leve — algumas pesam somente 2,5 kg —, o que facilita o seu transporte e manuseio. Ademais, por ser mais moderna, é também mais econômica em relação ao consumo de energia. Todavia, é preciso ponderar, visto que é um equipamento que demanda maior investimento e, por funcionar de forma totalmente eletrônica, é mais suscetível a manutenções.

Como você pôde ver, a escolha entre inversora ou transformador de solda depende de uma série de fatores que precisam ser considerados conforme as suas necessidades e a realidade do seu negócio. Portanto, fique atento às diferenças apresentadas neste artigo para optar pelo melhor equipamento.

Gostou deste post? É imprescindível buscar por inovações tecnológicas nas atividades empresarias e contar com equipamentos modernos que otimizem os resultados. Agora leia nosso outro artigo sobre a importância da mão de obra qualificada. Afinal, nenhum equipamento seria suficientemente bom se o seu negócio não dispuser de pessoas treinadas para usá-los.

Dúvidas, elogios e sugestões: deixe o seu comentário!

Receba os CONTEÚDOS EM PRIMEIRA MÃO DO  Blog da Cotexo 

sobre Rentabilidade NA REPARAÇÃO AUTOMOTIVA