Cadastre-se
Passo a passo: aprenda como fazer cotação de preços para a oficina

Passo a passo: aprenda como fazer cotação de preços para a oficina

A estratégia de compras realizada dentro de uma empresa deve ser feita considerando vários fatores: qualidade das mercadorias, preço competitivo, segurança e garantia quanto ao cumprimento dos prazos de entrega, além de necessidade de diversificação de fornecedores. Neste post, você vai aprender como fazer cotações de preços, com dicas práticas que vão ajudá-lo a fechar bons negócios para sua oficina.

A etapa de cotação de preços é uma das mais relevantes para a oficina, tendo em vista que o custo de aquisição das mercadorias e o prazo de entrega influenciam diretamente no resultado que a oficina entregará para os seus clientes finais.

Inscreva-se e receba os melhores conteúdos sobre gestão de oficinas e rentabilidade.

Pensando nisso, desenvolvemos este artigo com o propósito de apresentar as melhores práticas sobre como fazer cotação de preços na sua oficina, agregando qualidade e estratégias que oferecerão melhor desempenho para o seu negócio. Acompanhe!

Estabeleça um processo para a realização das cotações

Muito embora essa seja uma das etapas mais importantes dentro do planejamento de compras de uma empresa, muitas vezes ela não é valorizada. Isso ocorre principalmente em razão da falta de conhecimento dos profissionais de compras, que não têm o treinamento necessário para realizar a melhor abordagem em sua rotina.

A ideia é que, antes de solicitar qualquer cotação, o profissional ou o setor responsável pelas compras estabeleçam um processo para realização das cotações. Nesse processo, devem estar descritas e ordenadas todas as ações necessárias para a realização de uma cotação.

A padronização dos processos é imprescindível na organização da empresa. No caso das cotações de preços, você deverá estabelecer o formato usado nas solicitações. Isso vai reduzir o risco de esquecer alguma informação ou pular etapas importantes.

Quando os processos são definidos previamente, é mais fácil garantir que qualquer colaborador da oficina possa realizar adequadamente a etapa.

Saiba o que você precisa antes de fazer uma cotação

Muito embora essa informação pareça óbvia, é comum encontrar pedidos de cotação no qual o requerente não tem clareza sobre o seu pedido. Isso porque um produto pode ter diferentes apresentações, e é preciso saber qual delas representa aquilo que você mais precisa.

Dessa forma, antes de encaminhar um pedido de cotação, tenha todos os detalhes a respeito do produto. Isso vai garantir que a cotação esteja alinhada ao que você busca, minimizando, ainda, o risco de possíveis equívocos atrelados às compras.

Assim, o profissional responsável pelas cotações deve ter condições de explicar ao fornecedor exatamente o que ele precisa.

Nunca aceite a primeira oferta

Essa é uma dica que os profissionais com mais experiência na área de compra e venda já conhecem muito bem. Entretanto, aqueles que ainda não têm tanta experiência podem cair na tentação de aceitar uma primeira oferta sem negociar o suficiente, obtendo resultados não tão favoráveis.

Por isso, mesmo que uma oferta pareça muito boa, lembre-se de que nunca se deve aceitar a primeira proposta. Ela sempre é apresentada pelo fornecedor com uma margem para negociação e você deve aproveitar essa margem para reduzir o preço do produto.

Realize no mínimo três cotações

Ter em mãos uma quantidade mínima de cotações contribui para que você tenha maior poder de negociação com os fornecedores, além de ajudar a compreender se os preços cotados estão dentro dos valores de mercado.

Por isso, a dica mais importante para quem está fazendo cotação de preços é a de fazer uma busca de, no mínimo, três cotações. Realize a pesquisa com fornecedores com um perfil parecido, isso vai ajudar a ter valores mais alinhados e competitivos entre si.

Considere o custo-benefício

Outro fator importante e que precisa ser considerado em um processo de cotação de preços é a relação de custo-benefício. O indicador relaciona os benefícios de uma determinada mercadoria, expressos em termos monetários, e os seus custos, igualmente expressos em termos monetários.

Muitas vezes uma mercadoria tem um custo extremamente baixo, mas a qualidade do fornecedor é questionável, o que faz com que os benefícios não sejam tão significativos. Avaliar fatores como o custo-benefício contribui para a qualidade dos itens adquiridos, reduzindo a ocorrência de problemas futuros com a qualidade do material e o serviço entregue ao seu cliente final.

Não se torne dependente de um único fornecedor

Essa é uma regra muito no importante no mercado e que deve ser seguida por qualquer empresa, independentemente do seu porte ou ramo de atuação. A partir do momento que você estabelece uma relação de confiança com um fornecedor e passa a comprar mercadorias apenas dele, você está correndo um risco maior de sofrer perdas, caso esse fornecedor não consiga manter uma constância na entrega das mercadorias.

Dessa forma, a dica é que você jamais se torne dependente de um único fornecedor. Tenha uma carteira de parceiros diversificada e elenque os seus favoritos, mas jamais perca o contato com os demais da sua lista.

Aposte no uso da tecnologia

A tecnologia é uma grande aliada no processo de localização de fornecedores no mercado. Hoje, cada vez mais, é possível encontrar e se relacionar com empresas de todo o país de forma rápida e simples.

Isso acontece porque o processo de acesso à informação se popularizou com o uso da internet e o surgimento de plataformas que foram desenvolvidas com o propósito de facilitar a rotina das empresas.

A Cotexo é uma plataforma que conecta compradores e vendedores de autopeças. Amplamente utilizada pelas empresas do setor, ela contribui para a otimização do processo de compras, garantindo melhor controle tanto para vendedor quanto para comprador.

A plataforma ajuda na comunicação e formalização de transações, contribuindo para a organização, eficiência e lucratividade na compra e venda de autopeças.

Se você atua no setor de compra e/ou vendas de uma oficina, vale a pena investir em soluções tecnológicas como a Cotexo. Nela, além de realizar cotações com agilidade, você pode ter acesso a fornecedores de todas as marcas com diferentes alternativas de preço, condições de pagamento e entrega. Você pode testar por até 30 dias grátis enviando seus dados aqui.

Agora que você já sabe como fazer cotação de preços para oficina, que tal aprofundar o seu conhecimento? Então, confira o nosso artigo com dicas sobre como organizar o tempo e gerenciar uma oficina de funilaria com eficiência.

Dúvidas, elogios e sugestões: deixe o seu comentário!