Descubra o valor de Ticket Médio Ideal na sua Oficina Automotiva!

Gestão e Administração de Oficina, Outros, Reparadores de Veículos, Setor de Compras

Funilaria – Acompanhe seu fluxo de caixa

Quem está à frente da gestão de funilaria tem diversos desafios para conquistar o sucesso. E todos eles precisam de atenção constante a qualquer detalhe. Mas um dos desafios mais importantes a serem vencidos é o controle do fluxo de caixa da empresa, que é considerado o verdadeiro pulmão de todo o empreendimento.

Receba meus artigos sobre o setor de reparação automotiva em primeira mão!

Somente a partir de um fluxo de caixa bem feito é possível garantir maior margem de lucro, melhores compras e o controle de estoque, garantindo assim que seja possível uma visão macro de toda a saúde financeira da empresa.

Fazem parte do fluxo de caixa de qualquer autopeça: a quantidade de dinheiro que a empresa tem em caixa, a quantidade de serviços que serão recebidos à vista, os que serão recebidos parcelados ou a prazo, quais os pagamentos a fornecedores e compra de insumos e peças devem ser feitos e quais são os saldos. Sim, saldos. Porque é preciso controlar o saldo do dia, e o saldo total. No saldo do dia calcula-se a quantidade de saída e entrada de valores do dia, já no saldo total, calcula-se também a quantidade gasta do saldo inicial menos o que foi gasto no dia, e a previsão de valores a entrar futuras.

Também devem fazer parte de um fluxo de caixa completo, os valores gastos com compra de equipamentos, contas de luz, água, salários e comissões. Ou seja, tudo que tenha dinheiro envolvido deve ser controlado, para que não aconteçam perdas ou gastos desnecessários.

O controle do fluxo de caixa é essencial para a gestão de funilaria. Afinal, somente com ele será possível verificar como está a saúde financeira das oficinas. É através dele que é possível tomar decisões de investimentos dentro da empresa, compra de insumos e etc. Por isso é preciso ter muita disciplina e registrar toda a movimentação financeira da oficina, sem deixar para trás nenhum dado.

Imagine por exemplo que uma oficina vá pegar um serviço que demande um grande número de peças, que não estão no estoque da empresa. A compra deve ser negociada de tal forma a garantir que aja lucro mesmo que o pagamento do serviço seja feito muito tempo depois.

Atualmente ficou mais fácil fazer este tipo de controle dentro dos reparadores de veículos, oficinas e até em uma autopeça. Isso porque o mercado oferece uma infinidade de sistemas desenvolvidos exclusivamente para este mercado e facilitam o controle de todas as informações. Entre estes sistemas de gestão podemos citar o Ultracar, GD Sigma e o Oficina Integrada.

Neles é possível controlar todos os passos dos serviços realizados nos carros dentro da oficina, inclusive contas a pagar, pagamentos de salários, comissões, horas extras necessárias, análise de estoque e até cotação de peças, garantindo assim que o preço ideal seja passado em qualquer orçamento. Desta forma, fica muito mais difícil perder dinheiro nos negócios ou até perder para outros reparadores de veículos concorrentes. Afinal, ficará muito mais fácil verificar qual é a margem de lucro de cada serviço, possibilitando assim dar descontos de forma mais efetiva.

Dúvidas, elogios e sugestões: deixe o seu comentário!

Receba os CONTEÚDOS EM PRIMEIRA MÃO DO  Blog da Cotexo 

sobre Rentabilidade NA REPARAÇÃO AUTOMOTIVA